preload

Finanças da Empresa: Confira Dicas Práticas

Por ZOOM Comunicação

Postado em 19/08/2021

Ser empreendedor realmente não é fácil e cuidar das finanças da empresa é um desafio. Ainda mais em tempos de tanta incerteza como os que os brasileiros estão vivendo ultimamente. 

Nesse contexto, a organização financeira da sua empresa se torna ainda mais importante, pois ela é indispensável para conseguir superar as adversidades do mercado e fazer o negócio prosperar.

Neste artigo, abordaremos dicas práticas de como organizar as finanças da sua empresa, ainda que ela seja micro ou pequena. Boa leitura!

Por que investir em Organização Financeira em sua Empresa?

A organização financeira é uma tarefa essencial para qualquer empresa, não importa qual seja o seu porte ou o ramo em que atua. Os empreendedores lidam a todo momento com muitos valores, e é necessário entender como eles se diferenciam e se relacionam para que os compromissos possam ser honrados e as metas possam ser alcançadas.

Se as finanças do seu negócio não estiverem organizadas fica difícil entender qual é o real desempenho, se há despesas excessivas, se há erros nos repasses para fornecedores ou no pagamento de salários e, enfim, se o lucro está dentro do esperado. 

Por outro lado, a organização das finanças empresariais facilita a elaboração de planos para o futuro e de metas a serem alcançadas.

Dicas Práticas para Organizar as Finanças de sua Empresa

Defina um Orçamento Claro

O primeiro passo para organizar as finanças da sua empresa é definir um orçamento compatível com as suas despesas, seus gastos e os lucros pretendidos. É importante ter um orçamento anual, que guiará todas as ações da empresa ao longo daquele ano.

Tendo definido o orçamento, você poderá definir o volume de investimento necessário para alcançar as metas de vendas e de lucro, e também conseguirá lidar melhor com os gastos e despesas.

Para se chegar a um bom orçamento, no entanto, é preciso ter uma boa ideia de como andam as finanças atuais da empresa. É sobre isso que falaremos a seguir.

Tenha um bom Gerenciamento de Caixa

Para conseguir organizar as finanças atuais da sua empresa, é preciso manter alguns documentos atualizados, que reunirão todas as informações úteis sobre as operações e o patrimônio da empresa. São eles o Controle de Vendas, o Livro Caixa e o Fluxo de Caixa.

O controle de vendas é um documento em que devem ser registradas todas as vendas feitas em determinado período. Ele pode ser feito num caderno mesmo, mas o melhor é usar uma planilha eletrônica. Anote todas as vendas, acompanhadas de informações como valor, nome do cliente, nome do produto ou serviço vendido, forma de pagamento e data.

Um controle de vendas organizado e atualizado ajuda o empreendedor a entender como anda o desempenho das vendas do seu negócio, quais produtos estão dando lucro e quais estão dando prejuízo. Isso ajudará bastante nas decisões para o futuro da empresa.

A partir do controle de vendas, pode-se criar o livro caixa. Nele se registrarão as demais operações feitas pela empresa, ou seja, todas as entradas e saídas de dinheiro, incluindo as despesas, os gastos e os diversos recebimentos. Despesas com fornecedores, com contas de água e luz, aluguel, pagamento de credores, compra de equipamento, dentre outras, devem ser anotadas aqui. Você também deve incluir informações como nome, valor, data de vencimento e forma de pagamento.

Por fim, o empreendedor precisa manter o fluxo de caixa. Nele se registram as movimentações financeiras, incluindo saldo inicial e saldo final de um período, além de valores que ainda serão recebidos. É o documento que demonstra mais claramente como está a situação financeira da empresa.

Separe as Finanças Pessoais das Finanças da Empresa

Um erro muito comum de micro e pequenos empreendedores é misturar as finanças pessoais com as finanças do negócio. Enxerga-se o caixa da empresa como uma extensão da sua conta bancária ou vice-versa. Isso acaba por dificultar bastante a organização das finanças da empresa.

Para resolver esse problema, o empreendedor precisa definir um salário para si mesmo, ou seja, a quantia mensal que será retirada dos lucros da empresa para o pagamento de despesas pessoais. Além disso, deve sempre registrar retiradas de dinheiro para fins pessoais como se fossem custos e aportes pessoais de dinheiro como investimento.

Uma dica para separar as finanças pessoais das da empresa é ter um cartão de crédito exclusivo para o seu negócio. Aqui mesmo no Juros Baixos você pode encontrar um que se encaixe nas necessidades financeiras da sua empresa. Basta conferir nosso catálogo de cartões de crédito.

Use a Tecnologia a seu favor

Hoje em dia já existem diversas tecnologias que ajudam o empreendedor a manter as finanças do negócio organizadas, sendo que muitas delas são gratuitas, inclusive. Com elas, é possível poupar tempo e dinheiro. 

Os aplicativos para gestão das finanças empresariais apresentam ferramentas como: controle de fluxo de caixa, registro de receitas e despesas, controle de vendas, emissão de boletos e notas fiscais, definição de metas, lembretes, etc.

Acompanhe os Resultados ao Longo do Tempo

A gestão financeira da sua empresa é uma tarefa que deve ser mantida continuamente. No entanto, sabemos muito bem que é difícil arranjar tempo e disposição para registrar as informações sobre o dia a dia da empresa e também fazer todos os cálculos necessários.

É por isso que recomendamos que as dicas dadas aqui sejam realizadas de modo a se tornar um hábito na vida do empreendedor. Mesmo assim, caso pareça muito complicado cuidar sozinho da gestão financeira da empresa, há a possibilidade de delegar a tarefa para alguém especializado no assunto, seja um escritório de contabilidade ou um consultor financeiro. O empreendedor deve levar em consideração o custo para contratar e o possível retorno financeiro.

Saiba mais sobre métricas de marketing para você acompanhar

Considerações finais

Como você pôde ver, cuidar das finanças da empresa não é tão complicado quanto pode parecer. Através de disciplina e de ferramentas de gestão é possível sim controlar o orçamento do seu negócio de modo a fazer com que as suas metas sejam alcançadas.

Se você gostou desse artigo, recomendamos dar uma passeada pelo nosso blog, onde você poderá encontrar muitos outros conteúdos sobre empreendedorismo e educação financeira. Aproveite e confira também o nosso canal no YouTube, onde poderá encontrar vídeos bem didáticos, recheados de dicas e novidades.

 

 

Em: Dicas

Sobre o autor

ZOOM Comunicação