preload

Como contratar um colaborador para home office adequado

Por ZOOM Comunicação

Postado em 21/07/2020

Considerando o cenário de pandemia no Brasil, infelizmente vai demorar um pouco até tudo voltar ao normal. Muitas empresas se adaptaram ao home office para lidar com essa fase incerta. Mas, como muitos profissionais ainda não tinham experiência de  trabalhar em casa,  existem muitas dúvidas sobre como isso funciona na prática. Bem, se você pretende contratar um funcionário para uma vaga remota, ou seja, home office, saiba alguns pontos para você  ter  atenção.

 

Mas, é home office MESMO?

Muitas empresas divulgam que estão procurando um funcionário para trabalhar home office, mas tem exigências como “precisa morar em Belo Horizonte” ou “home office somente durante a quarentena”. Logo, especifique na vaga quais são os requisitos e se é realmente remota, ou se é remota com reuniões presenciais etc, deixando isso bem claro para os candidatos.

Uma opção interessante é o modelo de atuação híbrido em que o funcionário trabalha determinadas vezes por semana presencialmente e, nos outros dias,  home office. Analise o que é mais viável para sua empresa e divulgue a vaga. Para propagar essa oportunidade é interessante você contar com a sua equipe de marketing e assessoria de imprensa.

 

O que um funcionário precisa ter para trabalhar de casa?

As pessoas extrovertidas sentem muita necessidade de conversar e estar rodeada de pessoas. Por esse motivo, pessoas introvertidas são mais indicadas para esse tipo de cargo, já que, geralmente,  trabalharão sozinhas em casa. Não que uma pessoa extrovertida não possa trabalhar de forma remota, mas, talvez, prefira um espaço compartilhado, como um cowork, para executar as tarefas com mais prazer.

Outra coisa que você precisa especificar é o material que o candidato deverá ter. Talvez , será necessário  um computador, um celular ou uma câmera e a falta de um desses itens pode trazer certa dor de cabeça, então especifique inclusive as ferramentas e aplicativos essenciais.

 

Habilidades necessárias para fazer home office

Como o funcionário trabalhará longe da equipe, uma habilidade muito importante é a capacidade de se comunicar por texto.  Via home office, a equipe troca mensagens o dia todo e, se um candidato tem problemas para se expressar ou compreender esse tipo de comunicação, não é o ideal para essa vaga.

Outro ponto importante é analisar a capacidade do candidato de produzir sem um chefe ou coordenador o tempo todo do lado para cobrar os prazos. Neste caso, o próprio funcionário precisa se motivar a cumprir os prazos e entregar as demandas com qualidade. No home office, o funcionário recebe uma demanda e uma data de entrega, logo, ele mesmo precisa alinhar as suas prioridades para não atrasar o trabalho.  O candidato deve  definir prioridades, ter um bom gerenciamento de tempo, ser organizado e focado.

A organização aqui  também  entra no ambiente virtual. Os emails, mensagens, tarefas e arquivos devem estar descritos claramente e seguindo uma linha de raciocínio para qualquer pessoa conseguir encontrar o que precisa facilmente, já que fica complicado a equipe começar uma “caça ao tesouro”, toda vez que for necessário encontrar um arquivo ou uma informação. Procure candidatos proativos, que conseguem prever problemas e resolvê-los antes que seja tarde demais. Lembre-se que atitudes assim serão tomadas remotamente e o candidato deve ter recursos para isso.

 

Mas como encontrar esse profissional?

Bem, se você especificou tudo que precisa e já tem em mente o profissional adequado, é hora de fazer o processo seletivo. A internet toda, mesmo que você especifique uma cidade ou região, é muita gente. Estabeleça um filtro básico para receber menos currículos não qualificados. Você pode usar um formulário com perguntas simples, como “Você é formado em Comunicação Social?” ou “Você tem mais de dois anos de experiência na área?” e,  simplesmente ,rejeitar todos que não se encaixam nesses requisitos iniciais.

Depois desse filtro, você passará um pente fino. Faça um desafio técnico e um teste comportamental para selecionar aqueles candidatos com o perfil que você procura. Assim ,você perde menos tempo, fazendo a entrevista por videochamada com os candidatos. Após escolher o seu candidato preferido, inicie um período de experiência e observe a adaptação do funcionário, efetivando ou não após o tempo estabelecido.

 

Lembre se que o perfil comportamental do candidato pode ser mais importante que o perfil técnico. Logo, prefira um candidato que se encaixe mais em sua empresa e, caso necessário, invista em um curso capacitante. Clique aqui para conhecer alguns cursos.

 

 

Tags:, , , ,
Em: home, Posts

Sobre o autor

ZOOM Comunicação

 

Assessoria de imprensa: como funciona?

Como funciona uma assessoria de imprensa?

In home, Posts
Posted on jul 28 2020 at 15:05

Nos jornais e programas de televisão, sempre assistimos matérias sobre a inovação de uma empresa [...]

Read More

Vantagens de fazer um curso de redes sociais online

In home, Posts
Posted on jul 13 2020 at 09:43

Não importa se você está há anos no mercado de trabalho ou entrando na faculdade [...]

Read More
assessoria de imprensa

Como sua marca pode ganhar engajamento com assessoria de imprensa

In home, Posts
Posted on jun 22 2020 at 10:00

Já pensou em ter sua marca aparecendo na grande mídia? O trabalho de uma boa [...]

Read More